Peter William – Black Exodus

EN

Peter Williams (b. 1952, Nyack, NY) chronicles current and historical events, interspersing pictorial narratives with personal anecdotes and fictional characters to create colorful paintings about the diverse experiences of Black Americans. With boldness and humor, he often tackles the darkest of subjects including, but not limited to, police brutality, lynching, slavery, mass incarceration, and other realms of racial oppression.  Williams uses cultural criticism to form new creation myths, retelling the history of America from fresh and cosmic perspectives. 

The paintings included in Black Exodus have the aura of a lucid dream. Whimsically depicting the exodus of an Afrofuturist people into unexplored climes in outer space and parallel dimensions, Williams also demonstrates how our presence to others, and to history, is mediated by technology. While his personal take on Afrofuturism often comes off as childlike and humorous, the viewer can read into his otherworldly vistas the labors that will have to be reckoned with to realize a new collective identity and freedom.  

PT

Peter Williams (nascido em 1952, Nyack, NY) narra eventos atuais e históricos, intercalando narrativas pictóricas com anedotas pessoais e personagens fictícios para criar pinturas coloridas sobre as diversas experiências dos negros americanos. Com ousadia e humor, ele frequentemente aborda os assuntos mais sombrios, incluindo, mas não se limitando a, brutalidade policial, linchamento, escravidão, encarceramento em massa e outras esferas de opressão racial. Williams usa a crítica cultural para formar novos mitos de criação, recontando a história da América de perspectivas novas e cósmicas. 

As pinturas de Peter Williams na sua mostra Black Exodus têm a aura de um sonho lúcido. Retratando caprichosamente o êxodo de um povo Afrofuturista para climas inexplorados no espaço sideral e de dimensões paralelas, Williams também demonstra como nossa presença para outros, e para a história é mediada pela tecnologia. Embora sua visão pessoal do Afrofuturismo muitas vezes pareça infantil e bem-humorada, o espectador pode ler em suas perspectivas sobrenaturais os trabalhos que terão de ser considerados para realizar uma nova identidade coletiva e liberdade.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s